06 fevereiro 2015

Resenha - 1984 - George Orwell

"Guerra é paz. Liberdade é escravidão. Ignorância é força."
E não se esqueça: The Big Brother is watching you.
- See more at: http://www.fomedelivros.com/2013/05/resenha-1984.html#sthash.iKsycDvA.dpuf


Winston (personagem principal), no seu trabalho com uma teletela.
 Filme inspirado na obra de George Orwell.
"1984" é uma utopia negativa (Distopia), escrita por George Orwell em 1949 que retrata um futuro onde toda a população é controlada pelo governo através das teletelas, aparelhos que transmitem a mídia (como um rádio que nunca pode ser desligado) e ao mesmo tempo em que mantêm todos vigiados o tempo inteiro. O mundo agora está dividido em Oceânia, Lestácia e Eurásia com a guerra  mudando de lado a todo instante. É nesse mundo que Winston Smith vive, na qual o pensamento, seu olhar e suas ações podem ser detectadas pelas teletelas e resultar na sua morte.
Winston Smith trabalha no Miniver, o Ministério da Verdade, onde toda informação diferente da verdade do Partido é modificada e destruída. Todos os registros são apoios do Partido. Tudo que aconteceu no passado na qual o governo não queira que seja verdade é modificado ou destruído.
 
O pânico toma conta de Winston quando percebe que Julia, uma colega de trabalho, pode estar lhe vigiando e ser então uma informante do partido, mas tudo é esclarecido através de um bilhete onde ele descobre o real interesse de sua colega. E então, os dois começam a se relacionar, o que é considerado um crime contra a Oceania e isso acaba gerando medo, frustração, raiva e preocupação.
Após Julia entrar na história, Smith começar não só a simplesmente pensar mas também agir, e a partir dai, a historia começar a ficar muito mais envolvente.
 A leitura no começo foi de certo um pouco cansativa, mas do meio para o final foi impossível largar o livro sem terminar. Com certeza um dos melhores livros já lidos.
                 Além do livro escrito por George Orwell, a obra conta também com várias adaptações cinematográficas de variadas épocas.

A obra de George Orwell é esplêndida e fantástica e sem dúvidas recomendo a todos os fãs de distopias. A crítica dada pelo autor pode ser aplicada ainda nos dias de hoje como uma alerta, e faz com que a leitura fique ainda mais emocionante.
                    "Num tempo de engano universal, dizer a verdade é um ato revolucionário."

Winston Smith
Winston Smith

15 comentários:

  1. Nossa esse livro parece ser muito bom *-*
    Será que daqui uns anos seremos controlados e vigiados por essas teletelas? shauha viajei :3
    Acho que vou pesquisar um pouco mais sobre o livro, só não sei se irei gostar tanto de ler, o começo como você citou é cansativo, e acho que eu não leria shauhs.
    Gostei bastante, até!
    ||Crazy Cake ||

    ResponderExcluir
  2. Adorei, amo histórias assim, são tão cativantes. Vou procurar esse livro e o filme. Bjs

    http://garotas--xxi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Thales,
    adoro distopias mas ainda não tive a oportunidade de ler essa.
    Gostei demais da tua resenha e já anotei a dica aqui.
    Assim que der irei lê-lo.

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Já tinha visto esse livro por ai várias vezes mas não fazia ideia de que se tratava de uma distopia. Eu adoro esse tipo de livro, achei a história interessante.
    Engraçado que antes de você mencionar que o início da leitura é um pouco cansativa, eu tive a impressão de que seria assim. Vou procurar assistir o filme, se eu gostar, um dia dou oportunidade ao livro.

    Beijos, Fer.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Thales!
    Sou muito curiosa para ler o livro, mas ainda não tive a oportunidade! Adorei sua resenha.

    Beijos, Juliana.
    http://afinefrenzzy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Mesmo esse sendo O livro das distopias e eu amando o gênero, não tenho vontade de ler ele. Engraçado você dizer que no inicio é um pouco cansativo, porque essa é a impressão que ele me passa, só que o livro todo.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Eu juro que tentei dar uma chance para esse livro. Acho que comecei a lê-lo com expectativas demais, achando que era o melhor livro do mundo e quando li seus primeiros capítulos, não achei tudo isso. Não sei se não gostei dele mesmo ou se o li na época errada, pretendo reler, mas acho que levarei alguns anos para isso.
    Beijos,
    cabanadosanjos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Thales!
    Tive uma experiência bem intensa com George Orwell quando li A Revolução dos Bichos, parecia um livro tão idiota até que você percebe que é atual, sobre você, sobre a comunidade que a gente vive; nossa é um tapa na cara! Hahaha.
    Daí fico meio com o pé atrás de ler 1984, mas o livro e o filme estão no desafio Livros & Filmes lá no blog, e vou ler e assistir em breve. Mas já estou me preparando psicologicamente dese já! Hahaha.
    Acho que é a escrita do Orwell que é meio lenta no começo mesmo, em A Revolução dos Bichos também senti isso, mas depois, nossa! Não conseguia parar de ler! xD
    Bjos,

    Mari
    Mari The Reader

    ResponderExcluir
  9. Morro de vontade de ler esse livro, sou fã de distopia, mas não to preparada ainda pra ele
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Thales, tudo bem?
    Como fã de livros distópicos não sei como ainda não li 1984, com certeza espero lê-lo em breve, principalmente porque até hoje não li 1 comentário negativo sobre a obra do Orwell.
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  11. Oi Thales
    Esse livro é maravilhoso!!
    Parabéns pela resenha ;)
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  12. Oi Thales, tudo bem? Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas eu gostei muito da sua resenha, e estou com muita vontade de lê-lo!

    S E R E N I Z A R - S E || FLORES DA DOR

    ResponderExcluir
  13. Oi Thales,
    Terminei de ler 1984 hj e tbm achei o livro genial.
    Minha unica crítica é que me pareceu q a ideologia q o orwell queria apresentar era mais importante que a estória em si, e por isso achei dificil me conectar com os personagens e seus dramas.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Melhor distopia ever das que eu já li e realmente o que mais me fascina nesse livro, além do seu poder de me deixar sempre com o coração apertado e com medo de mim mesma, é o seu caráter atemporal! O futuro já tá aí!
    Bjos!

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
  15. Quero muito ler esse livro faz tempo, espero finalmente conseguir esse ano! Beijos, Jú
    docurailusoria.blogspot.com

    ResponderExcluir